Entrada da Cidade

Câmeras de monitoramento registram mais de 3.200 ocorrências desde o início do ano

A Prefeitura de Santos fechou 2017 com cerca de 600 câmeras em toda a Cidade e, neste ano, já são 1.170 equipamentos instalados

Comentar
Compartilhar
08 NOV 2018Por Da Reportagem20h00
Câmeras vêm mostrando a eficiência da tecnologia à serviço da segurança públicaFoto: Divulgação/PMS

As câmeras do Sistema Informatizado de Monitoramento (SIM) distribuídas pelo Município vêm mostrando a eficiência da tecnologia à serviço da segurança pública. Desde o início do ano, a Secretaria de Segurança (Segurança) registrou 3.225 ocorrências pelo SIM, 38,35% a mais que no mesmo período de 2017 (janeiro a outubro), quando foram 2.331. O total superior em 2018 se dá em razão do aumento das câmeras, já que a Prefeitura de Santos fechou 2017 com cerca de 600 câmeras em toda a Cidade e, neste ano, já são 1.170 equipamentos instalados para monitoramento urbano e dos próprios municipais.

A atuação da comunidade por meio de denúncias pelos números 153 e 0800 177766 também contribui para coibir os abusos e atos criminosos. Afora isso, foram realizados ajustes no posicionamento de algumas câmeras localizadas na base do SIM, no Paço Municipal (Centro), para ampliar a visão estratégica dos operadores, melhorando a identificação de atitudes suspeitas ou de atos ilícitos.

"Com esse conjunto de ações, conseguimos a comunicação imediata com as viaturas e motos em patrulhamento, acionando a viatura para averiguação e possíveis flagrantes delitos. Com mais câmeras monitoramos, melhor a Cidade", afirma o comandante Ronaldo Pereira Pinto, da Guarda Municipal. O SIM funciona 24 horas e, quando constatado o ato criminoso, o sujeito é encaminhado ao Distrito Policial para as medidas cabíveis. Em casos de maior complexidade é solicitado o auxílio da Polícia Militar.

Casos

Entre os flagrantes capturados pelas câmeras do SIM estão furtos de fios da rede elétrica, de bicicletas, ataques ao patrimônio em geral e outros crimes que acabam frustrados antes de serem concluídos ou cujos agentes são pegos imediatamente após os delitos. No último dia 29, por exemplo, as câmeras flagraram um homem furtando fios de cobre dos postes de iluminação da ciclovia próximo ao Posto 2. A Rotam (Ronda Ostensiva Tática Motorizada), da Guarda Municipal, chegou ao local, deteve o criminoso e o encaminhou ao 1º Distrito Policial. O material foi recuperado e devolvido à Prefeitura. 

Colunas

Contraponto