16h : 54min

Assine o Diário e o Santista por R$8 por mês no plano atual

Câmara de São Vicente muda horário das sessões e gera protestos

Legislativo alterou para as 15 horas as reuniões ordinárias; grupo coleta assinaturas contra a mudança e programa protesto para a noite de hoje

Comentar
Compartilhar
03 AGO 2017Por Da Reportagem11h30
Grupo protestou na porta da Câmara no último dia 27; nova manifestação está prevista para a noite desta quintaFoto: Divulgação

As sessões da Câmara de São Vicente serão mais cedo a partir de hoje (3), quando os vereadores retornam do recesso do meio do ano. As reuniões ordinárias permanecem às quintas-feiras, mas ao invés das 18 horas serão realizadas às 15 horas. A mudança gerou protestos, mas o presidente da Casa, vereador Wilson Cardoso (PSB), justificou a medida que, segundo ele, significará economia aos cofres públicos. 

“Estudo econômico e financeiro identifica economia de aproximadamente R$ 50 mil para o segundo semestre deste ano, considerando-se horas extras e energia elétrica”, disse Cardoso. O horário de atendimento da Câmara seguirá das 9h às 18h de segunda a sexta-feira. No segundo semestre do ano passado, as sessões foram realizadas às 15 horas e retomadas para as 18 horas no primeiro semestre deste ano. 

De acordo com o presidente, as sessões serão compartilhadas integralmente pelo Facebook no dia seguinte a sua realização e, posteriormente, transmitidas ao vivo. Cardoso destacou os horários das reuniões ordinárias de outros legislativos da região, como Cubatão, que acontece às 16 horas, e Praia Grande, às 10 ­horas. 

Protesto

No dia 27, um ato encabeçado por membros da Rede e do Psol levou dezenas de pessoas para a porta da Câmara de São Vicente. Uma nova manifestação está prevista para às 19h3 de desta quinta-feira no mesmo local. O protesto é contra a mudança no horário das sessões e pela implementação de dez medidas em prol da ‘boa gestão pública’.

Colunas

Contraponto