07h : 28min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Buracos colocam em risco população de São Vicente

Na Avenida Penedo, reportagem flagrou motociclista derrapando na lama; veículos invadem outra faixa da via para tentar escapar das crateras

Comentar
Compartilhar
07 JUN 2017Por Rafaella Martinez10h00
Crateras e lama dominam paisagem da Avenida Penedo, no bairro CatiapoãFoto: Matheus Tagé/DL

Os motoristas que trafegam pelas principais vias dos bairros Catiapoã e Jóquei Clube, em São Vicente, precisam fazer um verdadeiro ‘rally’, principalmente em dias de chuva como ontem. Crateras e lama colocam em risco a segurança de todos - seja dos motociclistas, que além da pista escorregadia precisam se desvencilhar dos buracos; seja dos pedestres, que precisam ir até o meio da rua para conseguir subir nas lotações, que por conta da situação deplorável da via não conseguem encostar no meio fio. A situação alarmante foi flagrada ontem pelo Diário do Litoral.

O trecho da Avenida Penedo entre a Avenida Doutor Alcides de Araújo e a Rua Palmeira dos Índios está praticamente intransitável. Metade da via está sem asfalto e o outro lado coleciona crateras. A reportagem do Diário flagrou um motociclista derrapando na lama gerada pela forte chuva da manhã de ontem. Os demais veículos adentravam a todo instante na outra faixa da avenida para escapar dos buracos. A situação impede até mesmo as lotações de pararem rente ao meio fio. Para subir nos coletivos, moradores precisam se arriscar no meio dos carros.

Durante todo o trajeto nenhum carro da Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans) foi visto fazendo ronda ou fiscalizando a área. Também não há sinalização específica sobre os buracos da via. Apesar da situação relatada pela reportagem, a Prefeitura de São Vicente informou que a Avenida Penedo já recebeu melhorias.
Destacou ainda que no momento aguarda a conclusão dos processos licitatórios em andamento, para aquisição dos materiais, bem como locação de maquinários necessários para a realização/complementação do trabalho de recuperação do local.

Apesar das promessas de melhorias, enchentes seguem presentes na Avenida Augusto Severo, no Jóquei (Foto: Matheus Tagé/DL)

No Jóquei Clube, os buracos já fazem parte da paisagem há anos. Ônibus, carros, lotações e motocicletas precisam desviar a todo instante das inúmeras crateras que margeiam toda a extensão da Avenida Senador Salgado Filho. Por possuir muitas lombadas, o perigo da avenida é ainda maior, uma vez que os desníveis estão localizados próximos às elevações. Moradores relatam que acidentes são comuns na região.

Em fevereiro a reportagem esteve no local e foi informada pelo secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Leo Santos, que o problema estaria parcialmente solucionado em 30 dias, o que não aconteceu.

A situação é a mesma na Avenida Augusto Severo, onde recentemente equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas trabalhavam na desobstrução das galerias de águas pluviais. Os buracos e as enchentes, tão presentes no cotidiano dos munícipes daquela região, seguem presentes.

Em nota, a Sedup se limitou a dizer que há frentes de trabalho em vários pontos da Cidade. Os serviços incluem recuperação de guias, sarjetas, limpeza, reparos no sistema de drenagem, entre outros.

Colunas

Contraponto