Entrada da Cidade

Russo do meme pede para fãs não colocarem seu nome na camisa da seleção

A imagem de Torski durante o jogo entre Brasil e México viralizou nas redes sociais e o russo virou uma espécie de mascote da seleção

Comentar
Compartilhar
13 JUL 2018Por Folhapress20h50
Yuri Torski ficou conhecido no Brasil pelo apelido de 'Psicopata do Hexa'Foto: Reprodução

O russo Yuri Torski, conhecido no Brasil pelo apelido de "Psicopata do Hexa", pediu aos torcedores brasileiros que não usem seu nome nas camisas da seleção.

"Por favor, não coloquem meu nome [nas camisas], porque só os grandes jogadores do Brasil merecem ter o nome impresso em suas camisas. Eles jogam e lutam no campo por esta honra! E o 10 é o número do Neymar, não meu. Eu não mereço isso, apenas os grandes jogadores do seu país merecem isso", escreveu Torski em seu perfil no Instagram.

Apesar do apelo, os brasileiros exaltaram Torski: "Fez mais que muitos jogadores, vai ter [camisa] com teu nome, sim", "Você merece isso, anjo, o Brasil te ama", "Fiz uma coxinha com a sua cara, colocar teu nome na camisa é mole", "Você merece o número 1.000 pela quantidade de almas sugadas por você, feiticeiro de Samara", foram alguns dos comentários.

A imagem de Torski durante o jogo entre Brasil e México viralizou nas redes sociais e o russo virou uma espécie de mascote da seleção. Em entrevista ao UOL Esporte no início de julho, Torski disse que estava incomodado com a fama instantânea.

"Eu não estou muito feliz com esta situação. O que quero é apenas torcer para o Brasil", comentou Torski, que aparentemente aderiu ao meme.

Colunas

Contraponto