Unip

Contraponto

  •  

    Minha autoria

    A vereadora Telma de Souza (PT), fotografada junto com o governador Márcio França (PSB), disse ontem que estava se sentindo emocionada ao ver, finalmente, depois de cinco anos, sendo cumprida a lei de sua autoria que transferiu a Capital do Estado para Santos. A iniciativa foi criada para homenagear o santista e Patriarca da Independência, José Bonifácio, e foi aprovada em 2013. Segundo Telma, o ex-governador Geraldo Alckmin – pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB), havia vetado essa lei, mas, o veto foi derrubado pela Assembleia Legislativa. “Muito bom que a lei está sendo cumprida pelo atual governador Márcio França, que é da nossa região”, disse a vereadora, que deu um livro histórico à França sobre a trajetória de José Bonifácio, publicado pela Prefeitura de Santos em 1963, nas comemorações dos 200 anos do Patriarca.

  •  

    História vai se repetir?

    A prometer para dezembro próximo o início da construção de uma ponte entre Santos e Guarujá, Márcio França teve o mesmo ímpeto e poderá repetir um feito que remonta o tempo que foi prefeito de São Vicente, quando pediu ao então governador Mário Covas (PSDB) um viaduto para ligar o Parque Bitarú à Vila Margarida, que pelos cálculos da época iria custar R$ 5 milhões. A ouvir que o Governo do Estado não tinha dinheiro, disse o seguinte: “me dá um milhão que eu faço”. A obra, que acabou custando R$ 1,5 milhão, foi batizada Elevado Mário Covas. 

  •  

    UTI pediátrica a caminho

    O vereador Kenny Mendes (PP) garante que após sua ida à Brasília e a obtenção da emenda de 1,5 milhão do deputado Federal Guilherme Mussi, está mais próxima a implantação da primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica Pediátrica da Baixada Santista. Recentemente, Mendes esteve na Secretaria Estadual de Saúde, em reunião com o secretário Marco Antonio Zago, para tratativas da utilização do recurso. A reunião foi acompanhada pelos vereadores Rui De Rosis (MDB) e Fabrício Cardoso (PSB). “Toda vez que uma criança cardiopata nasce e precisa de internação ou de uma cirurgia de urgência, somos obrigados a aguardar uma vaga na Capital, já que ainda não temos um equipamento do tipo em toda a região”, lembra o parlamentar.

  • quinta
    14 de junho
  •  

    Márcio tricotando

    O governador Márcio França (PSB) não perde a oportunidade e usar as redes sociais para mostrar que se envolve em todos os assuntos do Estado. Esta semana, postou a foto acima com o seguinte texto: “Gostei, agora é pegar prática! No evento Agulhas em Ação, produzimos peças em crochê para aquecer as pessoas que mais precisam neste inverno. É muito importante ver que você faz um pedacinho, que se junta a outro pedacinho. Assim, a gente faz um grande gesto de solidariedade. Todo mundo é um pouco responsável e o pouco feito por todo mundo dá um grande resultado. Contribua você também na Campanha do Agasalho. Ajudar o próximo é gerar mais amor na vida”.

  •  

    De Rosis presidente!

    A Contraponto obteve a informação de que cresce a candidatura do vereador Rui de Rosis à Presidência da Câmara de Santos. Segundo informações extraoficiais, Rosis já teria o apoio de pelo menos 14 parlamentares e que, se assumir a Casa, deverá promover grandes emoções, visto que é conhecido como bom de briga. O vereador Geonísio de Aguiar, o Boquinha, é testemunha.

  •  

    Candidato do prefeito

    Outra informação também extraoficial garante que o nome de Rui de Rosis não é bem visto no Palácio José Bonifácio. O prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) estaria apostando todas as suas fichas no vereador Sérgio Santana (PR), que não seria tucano mas aliado do Governo. É ver para crer.

  •  

    Automedicação

    Quem nunca tomou um remédio sem prescrição médica após uma dor ou mal estar ou escutou a opinião de um amigo sobre qual medicamento ingerir em determinadas ocasiões? Pensando nisso, o vereador Fabiano Reis (PR) apresentou projeto de lei que institui a Semana Municipal do Uso Racional de Medicamentos. Um alerta sobre a automedicação.

  •  

    Mediadoria

    O ouvidor público de Santos, Rivaldo Santos, postou nas redes sociais que a Administração está na reta final para a entrega, no Paço Municipal, da Mediadoria Municipal (foto) pois, em pouco mais de um ano, a Ouvidoria já passou da marca de 500 mediações para solução de conflitos.

  • quarta
    13 de junho
  •  

    Na praça

    O pré-candidato a deputado estadual pela REDE, Kayo Amado, está utilizando as redes sociais para mostrar seu trabalho de campo. Agora, diz estar tirando do papel uma forma simples de fazer da política, conversando na praça. Ele afirma que ouve, entende, propõe, debate, constrói consensos. Na foto acima, a praça fica ao lado do Posto 2, em Santos. Depois, escolheu Humaitá, em São Vicente. Amado foi o segundo colocado nas últimas eleições para prefeito de São Vicente. 

  •  

    TPPS

    Após visita ao Terminal Pesqueiro Público de Santos (TPPS) vereador santista Lincoln Reis (PR) apresentou requerimento com intuito de buscar recursos para a revitalização do local. Na justificativa o parlamentar explicou que a recuperação do espaço ajudaria a diminuir o preço final dos pescados, já que os pescadores teriam um local apropriado para a trabalhar, além de gerar novos postos de trabalho, e ainda, tornar um polo turístico que poderia abrigar os box de venda dos peixes e até um restaurante, podendo levar os box de vendas de peixes. Para essa área contribuiria e muito para desafogar o trânsito no local.

  •  

    Cultura Caiçara

    Em Guarujá, as comissões do legislativo analisam projeto de lei, de autoria do vereador Toninho Salgado (PSD), que institui a ‘Semana da Cultura Caiçara’ âmbito local. A iniciativa, já presente no calendário oficial de eventos de várias cidades do litoral paulista - a exemplo de Santos, São Vicente, Praia Grande e Ilhabela - tem por objetivo valorizar aspectos históricos, sociais e econômicos que estão arraigados em nossa região.

  •  

    Março

    De acordo com a proposta, toda semana do dia 15 de março haverá atividades alusivas à Cultura Caiçara, que ficarão a cargo dos setores competentes da Administração Municipal. “Temos uma história ligada ao mar e à natureza; uma cultura que nasceu da troca de saberes entre índios, escravos e colonizadores. Portanto, nada mais justo do que resgatar esses traços, já que muito dessa cultura se mantém preservado também aqui”, argumenta Toninho Salgado, ao acrescentar que são raras as iniciativas realizadas na Cidade com esse intuito.

  • terça
    12 de junho
  •  

    Briga pela Base

    O vereador Ademir Pestana (PSDB) esteve na Empresa Metropolitana de Transporte Urbano de São Paulo, na Capital, junto com Audrey Kleys (PP) e Rui de Rosis (MDB), reivindicando a permanência, até o final do ano, pelo menos, da base da 5ª Companhia da Polícia Militar. O equipamento estaria com seus dias contados por conta das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) “Tivemos a certeza de que a Base permanecerá até o final do ano, mas continuamos trabalhando para que a unidade tenha um lugar definido”, afirma o parlamentar.

  •  

    Agora vai?

    Monte Cabrão, localizado na Área Continental do Município, receberá duas aguardadas e velhas reivindicações da comunidade: a instalação do Portinho e a cobertura da quadra poliesportiva da UME Rural de Monte Cabrão, única escola do bairro. O anúncio foi feito pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), durante reunião da Comissão Especial de Vereadores (CEV) que trata da Área Continental. Presidida pelo vereador Benedito Furtado (PSB), a CEV é composta pelos vereadores Lincoln dos Reis (PR), Antonio Carlos Banha Joaquim (MDB), Geonísio Pereira de Aguiar (PSDB), Manoel Constantino (PSDB), Telma de Souza (PT) e Bruno Orlandi (PSDB).

  •  

    Disponíveis

    De acordo com o prefeito, os recursos para o início das obras já estão disponíveis graças a uma parceria com a iniciativa privada. “Toda empresa instalada deverá apresentar contrapartida para a população local. Caso os acordos não sejam cumpridos, a Prefeitura caçará o alvará de funcionamento”, afirmou Paulo Alexandre. No encontro, Barbosa também anunciou que está buscando recursos, através de verba DADE, para a construção de mais uma creche no Caruara e a reurbanização da área onde está instalado o Portinho.

  •  

    Sala Verde

    O prefeito também esclareceu que a Administração entrará com um pedido de reintegração de posse da área onde está instalada a Sala Verde, para que o município possa concretizar outros projetos no local, como a instalação de uma sede do Turismo de Base Comunitária (TBC).

  •  

    Jaime Daige

    Faleceu, no último domingo, aos 93 anos, o ex-prefeito Jayme Daige. O velório ocorreu ontem, na Câmara. Às 15 horas, ocorreu uma missa no local e, na sequência, o corpo foi levado para São Paulo, onde foi cremado no Cemitério da Vila Alpina, na Zona Leste.

  • sexta
    08 de junho
  •  

    De perto

    O vereador Sergio de Jesus Passos, o Sérgio Santa Cruz (PRB), está arregaçando as mangas e acompanhando, de perto, o cadastro dos moradores da Rua Antônio da Silva Melo (Antiga Rua G), no bairro Santa Cruz dos Navegantes, pelas equipes da Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp), para futuras ligações de água. As vias também serão asfaltadas. O parlamentar foi um dos responsáveis pela cessão de posse da área do bairro para a Administração Municipal pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU).

  •  

    Lei do Tody

    A Câmara de Guarujá aprovou projeto de lei, de autoria do vereador Luciano de Moraes Rocha, o Luciano Tody (MDB), que prevê a criação de um centro de arrecadação e distribuição de materiais didáticos, voltado a alunos de baixa renda que cursam os ensinos Fundamental e Médio.

    De acordo com a proposta, a Prefeitura poderá fazer convênios com ONG’s, empresas privadas e com o próprio poder público para garantir o funcionamento da unidade e, sobretudo, promover a captação das doações. Em contrapartida, esses parceiros poderão utilizar o espaço do centro de distribuição, assim como os próprios materiais, para divulgar suas marcas.

  •  

    Políticas sociais

    “Atualmente, muitas famílias se veem obrigadas a optar entre alimentação, vestuário, aluguel e educação. Por isso, entendo que o Poder Público tem que agir como um indutor de políticas sociais que os auxiliem nesse sentido”, enfatiza Tody.

Colunas

Contraponto