Entrada da Cidade

No encontro

Comentar
Compartilhar
09 NOV 2018Por Da Reportagem00h00

O presidente do Legislativo, Edilson Dias (PT), ficou entusiasmado com a decisão. “Tendo em vista a redução do número de alunos matriculados, a Prefeitura vinha estudando formas de adequar a estrutura do programa a essa demanda atual. Mas, após estudos de impactos financeiros e reuniões com os educadores, houve consenso de que isso seria desestimulante aos alunos que já frequentam o EJA e, também, não resultaria numa economia significativa de recursos”, disse, alertando a necessidade de ampliar a divulgação do programa, junto à população, o que certamente garantirá maior número de matrículas.

Colunas

Contraponto