Unip

Contraponto

  •  

    CND

    O jornalista, consultor e ex-secretário de Finanças de Santos, Rodolfo Amaral, fez questão de lembrar ontem que o Congresso Nacional derrubou o veto do Governo Federal a artigo da Lei 13.479/17, sancionada no último dia 5 de setembro, que havia impedido os hospitais filantrópicos sem Certidão Negativa de Débito (CND) de ter acesso a financiamento da Caixa Econômica Federal para equacionar suas dívidas de curto prazo.

  •  

    Três da região

    “Este veto prejudicava os três hospitais filantrópicos da região. Em outubro passado, tive a oportunidade de acompanhar os provedores destes hospitais, Ademir Pestana (Beneficência Portuguesa); Urbano Bahamonde (Hospital Santo Amaro) e Ariovaldo Feliciano (Santa Casa de Santos), em audiência com o senador José Serra (autor do projeto de lei), para discutir tecnicamente a questão. A reunião foi agendada pelo deputado João Paulo Papa, que teve uma atuação marcante na derrubada deste veto. Agora, os hospitais poderão contratar empréstimo de longo prazo, a juros baixos, pelo valor de até um ano de faturamento SUS”, revelou.

  •  

    Estádio sem polícia

    Ao sugerir um projeto de lei que visa proibir a utilização de servidores públicos estaduais e municipais em eventos de natureza privada que comercializam produtos e serviços, incluindo ingresso em suas dependências, o vereador santista Sérgio Santana (PR) não só ganhou pontos com sua categoria, como acabou atingindo a dos guardas municipais, que tempos atrás era comum serem vistos resguardando eventos privados em Santos, como casamentos de secretários e reuniões do Rotary e da Maçonaria.

  •  

    Exigente

    Pelo projeto, ao efetuar solicitação de policiamento, os clubes de futebol e outras empresas terão que apresentar documento que comprove ausência de lucro; que nenhum participante do evento receberá remuneração; informar a delimitação da área do eventos. A polícia somente poderá atuar na área externa, conforme preconiza a Constituição Estadual. Santana quer que evento particular use segurança particular.

  •  

    Edilson e o surf

    Foi aprovado o projeto de lei do vereador Edilson Dias (PT), de Guarujá, que regulamenta e disciplina as escolas de Surf e Stand Up Paddle  nas praias, ganhou uma alteração e visa aumentar a segurança de banhistas e turistas, delimitando a necessidade de aumentar o intervalo do espaço entre as escolas dessas modalidades. Uma alteração vai ampliar a área livre para os banhistas, evitando acidentes com surfistas e praticantes de Stand Up, e também deixando mais espaço na faixa da areia para as pessoas.

  • Quinta
    14 de Dezembro
  •  

    Processo seletivo para 450 vagas da Unisau em São Vicente

    A UNISAU (União pela Beneficência Comunitária e Saúde) está abrindo inscrições para o Processo Seletivo de Provas (Edital 02/2017). A seleção tem por objetivo o preenchimento de 450 vagas em quatro diferentes funções, em São Vicente. É exigido ensino fundamental e médio.

    O processo seletivo anterior – Edital 01/2017 – foi anulado por recomendação do Ministério Público.

    As vagas abertas são para preenchimento do quadro de funcionários que irão atuar na manutenção, conservação, limpeza e acompanhamento dos alunos nas EMEF’s e EMEIEF’s, de São Vicente. Serão preenchidas 120 vagas para auxiliar de cozinha; 150 vagas para auxiliar de serviços gerais; 60 vagas para atendente de secretaria e 120 vagas atendente de Educação I. Todas as funções terão vagas destinadas aos candidatos com deficiência, jornada semanal de 40 horas e remuneração de R$ 1.240,00 a R$ 1.550,00 ao mês.

    A prova objetiva será a forma utilizada para a classificação dos participantes do processo seletivo e está prevista para ocorrer no dia 14 de janeiro de 2018.

    Os interessados poderão inscrever-se até o dia 21 de dezembro - exclusivamente através do site www.integribrasil.com.br - empresa responsável pela organização do Processo Seletivo. Para ter a inscrição aceita o candidato deverá efetuar o pagamento de taxa com valores entre R$ 28,00 e R$ 35,00 de acordo com a função pleiteada.

    Os candidatos que já se inscreveram no processo seletivo anterior (Edital 01/2017) e desejarem participar do presente processo seletivo (Edital 02/2017) – para a mesma função anterior estarão isentos do pagamento do valor da inscrição. Por outro lado, os candidatos inscritos do Processo Seletivo anterior (Edital 01/2017) que não ­desejarem mais participar do atual poderão solicitar a devolução do valor pago pela inscrição. Ver como proceder através do edital disponível no site www.integribrasil.com.br.

  •  

    Pupilo de Antonieta

    O prefeito Válter Suman (PSB) está nomeando como secretário de Obras o ex-secretário Adilson de Jesus que, na última campanha, foi o candidato da Administração para substituir a prefeita Maria Antonieta de Brito (PMDB). A iniciativa reforça a tese de muitos munícipes de Guarujá: para governar em paz, Suman traz para ‘baixo de suas asas’ pessoas de governos anteriores. Além de outros de confiança de Antonieta, tem gente no staff de Suman dos governos Maurici Mariano, Waldir Tamburus e até Farid Said Madi.

  •  

    E a Andressa

    E ainda se tratando de Guarujá, a líder do Governo Suman, vereadora Andressa Sales (PSB), ­buscando futuros votos dos conservadores – ela deve se candidatar a ­deputada federal – ­conseguiu aprovar a Escola Sem Partido na ­Câmara. Não faltou palavras de ordem ­semelhantes as entoadas pela Tradição, Família e Propriedade (TFP), ­instituição conservadora, defensora de posições políticas à direita, que nos tempos da Ditadura ­Militar fazia ‘vistas grossas’ a uma das maiores atrocidades cometidas contra pessoas que ­desafiavam o regime como, por exemplo a tortura.

  •  

    Incoerência

    A mesma vereadora que apoio palavras de ordem das galerias contra a diversidade ideológica, cultural e sexual, conseguiu aprovar, semana passada, o projeto de Lei que dispõe sobre a denominação de próprios, vias e logradouros da Cidade no sentido de mudar o nome de ruas e avenidas que enaltecem a defesa ou exploração de mão de obra escrava, assim como pessoas que tenham se envolvido, direta ou indiretamente, com crimes de violação de Direitos Humanos, como a tortura.

  •  

    Só um toque

    Vale lembrar a vereadora e os vereadores de Guarujá que aprovaram a proposta, já bastante criticada nas redes sociais, que o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), designado relator do projeto (PLS 193/2016) que prevê a inclusão na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) do Programa Escola Sem Partido, entregou relatório pela rejeição da proposta. A matéria estava na pauta da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), mas retirada a pedido do ­próprio autor, senador Magno Malta (PR-ES). A ­Escola Sem Partido também é considerada uma aberração por centenas de especialistas, ­educadores e inconstitucional pelo Ministério Público. 

  •  

    Prestando contas

    Hoje, às 16 horas, no Plenário da Câmara de Santos, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) apresenta o Programa de Metas da Gestão para 2018. “É uma maneira transparente de governar e a Câmara fiscaliza isso de perto”, diz o presidente da Casa, Adilson Junior (PTB). O programa disponibiliza meios de fiscalização para que os munícipes tenham conhecimento dos compromissos assumidos pelo governo municipal e sua aplicação e implantação ao decorrer da gestão.

  • Quarta
    13 de Dezembro
  •  

    Cabos e soldados

    No último dia 9, a Associação de Cabos e Soldados da PM de São Paulo, inaugurou a sua segunda unidade da Colônia de Férias em Itanhém. O presidente da entidades, Cabo Wilson e sua diretoria, foram prestigiados com a presença do prefeito Marco Aurélio Gomes (PSDB) e mais de 1.500 pessoas. A nova colônia possui 96 apartamentos com toda a infraestrutura necessária para acomodar o associado e sua família. Em recente entrevista ao Diário, Cabo Wilson disse que a Associação faz o que o governo Geraldo Alckmin deixa de fazer: valorizar os policiais militares do Estado que governa.

  •  

    25º no País

    Segundo o dirigente, São Paulo - estado mais rico da nação – é o 25º no quesito salário. Só ganha do Rio de Janeiro e Espírito Santo. No Distrito Federal, o policial militar ganha R$ 6 mil. Roraima paga R$ 4,8 mil e Minas Gerais mais de quatro mil. O salário é indigno e não faz jus ao preparo dos policiais militares paulistas.

  •  

    Detectores nas escolas

    Já foi sancionada, em Guarujá, a Lei 4.470, originária do Projeto de Lei 167/2017, do vereador Nego Walter (PSB), que determina a instalação de detectores de metais na entrada das instituições de ensino do Município. Batizada de ‘Escola Segura’, a medida tem por finalidade contribuir para uma maior segurança dos estudantes, professores, diretores e outros funcionários das escolas públicas.

  •  

    Facas e canivetes

    De acordo com o autor do projeto, a maior preocupação é com relação à possibilidade de alunos ingressarem no ambiente escolar munidos de facas, canivetes e, sobretudo, armas de fogo. “É cada vez mais recorrente ouvirmos notícias sobre atrocidades que têm sido praticadas contra estudantes e professores. A ideia não é constranger, mas sim, preservar a vida das pessoas”, argumenta Nego Walter. Com a publicação no Diário Oficial, a lei já está em vigor, restando apenas a devida regulamentação via decreto do chefe do Executivo.

  •  

    Idosos

    Em 2018, as ações voltadas à população idosa, assim como às pessoas especiais, terão aporte extra de R$ 562,4 mil, que foram destinados por cinco vereadores, através de emendas impositivas incluídas ao orçamento de Guarujá. A liberação das verbas será feita conforme os serviços forem licitados e contratados.

  •  

    Votou não

    A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), em Santos, se manteve contra o projeto da Prefeitura que intenciona celebrar convênio com a iniciativa privada para que o Estacionamento Rotativo Público seja terceirizado. “Voto não, pela falta de garantia de emprego para os 550 funcionários da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET)”, disse Chico Nogueira, que fez diversas ponderações em plenário.

  •  

    Contradição

    Chico falou da contradição a que o Legislativo estava sendo submetido, na medida em que o governo municipal solicitou simultaneamente a aprovação de um aumento de R$ 22 milhões no orçamento da CET e autorização para privatizar a Zona Azul que, em tese, é a fonte de renda complementar da companhia.

  • Terça
    12 de Dezembro
  •  

    Questão de prioridade

    Recentemente, dezenas de crianças de Morrinhos, em Guarujá, tiveram atividades em uma “Rua de Lazer”, proporcionada pela Prefeitura, comandada pelo prefeito Válter Suman (PSB). Morrinhos é um bairro bem afastado da praia e, por isso, não dá visibilidade. Atitude de Suman poderia ser copiada em Santos, onde a “Rua de Lazer” ocorre em frente à praia, no Canal 3, para pessoas que não precisam desse tipo de atividade gratuita. 

  •  

    Ex-vice prefeito

    O ex-vereador e ex-vice-prefeito de São Vicente (2001-2008), Paulo de Souza (72 anos), faleceu às 22h30 deste domingo (10), no Hospital Beneficência Portuguesa, em Santos, onde se recuperava de uma fratura no fêmur. Formado em Ciências Contábeis, Souza era empresário com escritório de contabilidade no município, tendo sido um dos fundadores locais do PSDB, partido pelo qual disputou o cargo de prefeito em 1992, sendo um dos principais líderes na região da Baixada Santista.

Colunas

Contraponto