Diário do Litoral

Santos, 31 de julho de 2014

Especiais

Cotidiano

10 de dezembro de 2013 às 18h37

Ministro da Saúde inaugura UPA do Parque São Luiz neste sábado em Cubatão

Alexandre Padilha participará de entrega da Unidade de Pronto Atendimento, que localiza-se na Rua Joel Gonçalves de Oliveira, s/nº

Da Reportagem

Atualizado em 10 de dezembro de 2013 às 19h54

A Prefeitura de Cubatão inaugura neste sábado (14), às 10 horas, a Unidade de Pronto Atendimento "Professor Dr. Mário Ruivo". A solenidade contará com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. A UPA localiza-se na Rua Joel Gonçalves de Oliveira, s/nº, ao lado da Creche do Parque São Luiz.

Idealizadas pelo Governo Federal, as UPAs funcionam 24 horas por dia e são estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares. A estratégia de atendimento está diretamente relacionada ao trabalho do Serviço Móvel de Urgência (SAMU), que realiza o treinamento dos profissionais que trabalharão na unidade e organizará o fluxo de atendimento no local, encaminhando o paciente ao serviço de saúde adequado à situação, de forma integrada com as outras unidades de saúde da Cidade.

O objetivo principal é ampliar a oferta de saúde e diminuir a alta demanda do Pronto Socorro Central, já que a UPA poderá resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. Com uma estrutura eficiente, o local contará com dois emergencistas, equipamentos de Raio X, eletrocardiografia, laboratório de exames e leitos de observação.

A UPA do Parque São Luiz será inaugurada pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha (Foto: Serafim Neto/PMC)

Protocolo de Manchester - De acordo com o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Yoshimura, a inauguração da UPA marcará o início oficial da adoção do Protocolo de Manchester no Município.

Aplicado pela primeira vez em 1997, na cidade inglesa de mesmo nome, o sistema será adotado progressivamente em todo o País, e Cubatão é uma das primeiras cidades a implementá-lo. "Após uma triagem baseada nos sintomas, os pacientes são classificados por cores, que representam o grau de risco e o tempo de espera recomendado para atendimento. Aos doentes com patologias mais graves é atribuída a cor vermelha, atendimento imediato; os casos muito urgentes recebem a cor laranja, com um tempo de espera recomendado de dez minutos; os casos urgentes, com a cor amarela, têm um tempo de espera recomendado de 60 minutos. Os doentes que recebem a cor verde e azul são casos de menor gravidade (pouco ou não urgentes) que, como tal, devem ser atendidos no espaço de duas e quatro horas", explica o titular da secretaria de Saúde, que também informa que posteriormente esse sistema será implantado também no PS Central e Infantil.

PS do Casqueiro

Simultaneamente à inauguração da UPA, o Pronto Socorro do Jardim Casqueiro será desabilitado. "A população do Casqueiro e região deverá procurar a UPA, que receberá todo o corpo médico e profissional do pronto-socorro e começa a atender já neste sábado. Na área do PS, será construída uma nova UBS, com maior capacidade de atendimento", diz Yoshimura.

Para ler mais notícias, curta a página do Diário do Litoral no Facebook, siga nosso Twitter ou adicione ao Google+

Comentar agora
imprimir enviar por e-mail

Link  

Enviar e-mail





Leia também:

Aposentados fazem protesto contra o aumento do plano de saúde

Atendimento médico à distância na Baixada

Litoral de São Paulo tem 5 casos de dengue por hora

Cubatão promove mutirão contra dengue nas vilas Nova e Natal no fim de semana

Baixada Santista terá rede inédita de atendimento médico à distância

comentários Comentários

Para poder comentar, você precisa estar logado.

Ou então, clique no botão abaixo para se cadastrar.

Cadastre-se

termos de uso

Colunistas do Diário do Litoral