Diário do Litoral
Santos, 24 de novembro de 2014 22:04
Especiais

Sindical

12 de junho de 2013 às 15h29

Governo aceita negociar fim do Fator Previdenciário

Centrais sindicais pressionam e reunião específica é agendada para agosto

por Francisco Aloise

As centrais sindicais pressionaram e o Governo aceitou ontem discutir o fim do Fator Previdenciário, que reduz as aposentadorias precoces. E, junto, também negociará a redução da jornada para 40 horas semanais.

Esses dois itens, considerados importantes para a classe trabalhadora, haviam ficado de fora da  Pauta da Classe Trabalhadora entregue à presidenta Dilma Rousseff em maio.

O Governo disse, naquela ocasião, que não tinha proposta para essas duas reivindicações. Mas, ontem, durante a primeira reunião de Mesa de Negociação realizada na sede do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Brasília, os dirigentes sindicais apresentaram um cronograma de negociação onde constavam os dois itens.

O fim do Fator Previdenciário tem mobilizado a classe trabalhadora. É, também, bandeira de luta das centrais  (Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Pela proposta dos sindicalistas, em junho os itens a serem negociados são: emprego doméstico, regulamentação da terceirização, implantação dos Conselhos do Pronatec e do Pronacamp, SINE e Simples Trabalhista.

Em julho, regulamentação da Convenção 151, rotatividade, fim do Fator Previdenciário e reforma agrária. Em agosto, informalidade, 10% do Orçamento para a saúde e investimento produtivo. Para setembro, ficou redução da jornada e tabela do imposto de renda e salário mínimo 2015.

O ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, pediu apenas para alterar o cronograma e colocar a negociação sobre o fim do Fator Previdenciário em agosto. Isto porque, disse ele, até lá o Governo tem tempo de discutir o tema internamente.

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, recolocar o fim do fator e da redução da jornada na mesa de negociação com o Governo representa um grande avanço. “Na última vez que nos reunimos, o Governo dizia que não ia negociar porque não tinha propostas.

Agora, acena com a possibilidade de nos apresentar uma proposta até agosto. É um avanço importante e, claro, consequência da nossa determinação, luta e organização”.

Para ler mais notícias, curta a página do Diário do Litoral no Facebook, siga nosso Twitter ou adicione ao Google+

Comentar agora
imprimir enviar por e-mail

Link  

Enviar e-mail





Leia também:

Portuários terão novos benefícios

‘Vetos prejudicam os portuários’, diz Paulinho

Lei das Domésticas segue para votação na Câmara e no Senado

Presidência corrige informação sobre sanção da Lei dos Portos

Governo começa a leiloar terminais públicos em Santos e no Pará

comentários Comentários: (37)

Para poder comentar, você precisa estar logado.

Ou então, clique no botão abaixo para se cadastrar.

Cadastre-se

termos de uso

Jeno em 01 de setembro de 2013 às 15h36

O meu e de muitos outros é exatamente o que ocorreu com o Polybio. Temos que fazer o que for necessário para acabar com esse furto encoberto por medidas eleitoreiras conforme o texto bem interessante do Idelanir. Certamente os salários dos políticos não são afetados pelo fator previdenciário, por isso o veto ainda está emperrado no Congresso Nacional a espera não sei do quê. Recentemente, uma ministra do PT disse que os aposentados que ganham acima do mínimo estão sendo reajustados pela inflação. Só que esquece que mesmo o valor real do salário-mínimo já está sendo afetado (era U$$ 300, deve estar em uns U$$ 250) POR ISSO A PRESSA EM AUMENTAR O MÍNIMO PARA TER UM BOM DISCURSO NA PRÓXIMA ELEIÇÃO, prejudicando menos estes que recebem mais que a inflação E GARANTEM VOTOS CERTOS, e, arrebentando com os que ganham aposentadoria só com reajuste pela inflação. O governo antes de FHC e agora do PT, quer trazer todos para o bolsa-família, menos ele próprio e seus protegidos.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


polybio em 12 de agosto de 2013 às 18h12

Fim do fator previdenciário temos que nos unir nesta luta. Comecei a trabalhar com 14 anos de idade aposentei aos 53 anos com 35 anos de contribuição. Conclusão, passaram a mão em 40% do que deveria receber estou sendo roubado a 4 anos . VAMOS BOTAR A BOCA NO TROMBONE E DONA DILMA QUE SE CUIDE.
Não aceitamos a fixação da idade. Isso é ruim para os mais pobres, que começam a trabalhar muito cedo e contribuem durante muitos anos. Não é justo que outra pessoa comece a trabalhar mais tarde, contribua menos e também receba o teto porque atingiu a idade
12 AGOSTO 2013 POLYBIO RIBEIRO JUNIOR

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


SEVERINO RAMOS GUEDES PEREIRA em 12 de agosto de 2013 às 12h17

O PSDB, partido que criou O FATOR PREVIDENCIARIO, que chamou os aposentados de vagabundos, e até então mantido pelo PT de LULA e DILMA, tudo porque ambos são picaretas e querem iludir o povo com a bolsa familia ou seja bolsa miséria.
Esta no momento de todos os trabalhadores que que algum parente aposentado, tais como PAI, MÃE, TIOS, AVOS, fazer um ato de protesto uma vez por mês paralizando o País, para que este governo do PT crie vergonha na cara de não usar o nome dos trabalhadores, como pano de fundo, para suas questões eleitoreiras.
A previdência social e superavitária, se levar em consideração a contribuição dos trabalhadores, que contribuiram e que ainda contribuem, para previdência socia.
Funrural, aposentadoria dos indios, auxilio recrusão, deveria ser pago pelo tesouro nacional e não com dinheiro da previdencia social, principalmente para os bandidos que superlotam os presidedios, gosando de benefios que nunca pagaram.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Idelanir em 01 de agosto de 2013 às 11h26

Falta de vontade política ou incompetência técnica? Os dois e mais a utilização das contribuições dos trabalhadores urbanos para cobrir as demais aposentadorias e programas sociais eleitoreiros. Aposentadoria de funcionário público deveria ter fonte de custeio própria. Observem que o fator previdenciário foi técnicamente muito bem elaborado, visando cobrir estas despesas responsáveis pelo rombo previdenciário. Só que até o Lula gostou e por isto vetou seu fim. Com o modelo político e os políticos desletrados que temos, os já aposentados precisam voltar a trabalhar e os em vias de se aposentar, adiar o quanto puderem. Getúlio Vargas foi ditador e bom para os trabalhadores, criou a CLT. Os governos militares não fizeram esta bandalha na aposentadoria dos trabalhadores. E o que faz o Partido dos (não) Trabalhadores? Sacaneiam os aposentados, governam na manha, como dizem lá em Brasília. Quero que se danem. Dos políticos não espero nada. Desprezo, revolta e desesperança é o que se vê hoje. Jovens sem emprego e aposentado sem comida.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


MOISES TADEU CANTELMO IBRAHIM em 31 de julho de 2013 às 11h29

O QUE PODEMOS ESPERAR DE UM GOVERNO QUE NÃO CRIA OPORTUNIDADES OU REGRAS PARA QUE OS CIDADÃOS DE IDADE AVANÇADA PERMANEÇAM NO MERCADO DE TRABALHO E AO MESMO TEMPO , INVIABILIZA E DIFICULTA SUAS MERECIDAS APOSENTADORIAS .
ESTE É PT DE LULA E DILMA . DOZE 12 ANOS DE BLÁ,BLÁ,BLÁ , QUE ESTÃO CAUSANDO O CAOS NA VIDA DO CIDADÃO BRASILEIRO.
SEM SEGURANÇA, SEM SAÚDE , COM PESSIMA EDUCAÇÃO, SEM INFRA-ESTRUTURA , SEM FUTURO E SEM ESPERANÇA.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


MOISES TADEU CANTELMO IBRAHIM em 31 de julho de 2013 às 11h20

QUANDO O POVO VAI ÀS RUAS PARA EXIGIREM O FIM DESTE ASSALTO AOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS ?????????

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Jorge M. em 29 de julho de 2013 às 19h55

"DIÁLOGO E SOLIDARIEDADE".

O que podemos fazer pelos trabalhadores que fizeram as suas maiores contribuições previdenciárias antes de jul/94 e pelos aposentados que tiveram que voltar a trabalhar por necessidade e a contribuir por obrigação?

Penso que o Fim do Fator Previdenciário e a volta do Pecúlio viriam em boa hora.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


jorge luiz ramos almada em 28 de julho de 2013 às 21h05

EU JÁ DESACREDITEI DO FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO, ESTÁ CLARO PARA MIM QUE OS SINDICALISTAS, POLÍTICOS E GOVERNO NÃO BUSCAM NENHUM ENTENDIMENTO, VISTO QUE SE TRAVA UM JOGO POLÍTICO PARA SE PERPETUAREM NO PODER, OS QUE VÃO SE APOSENTAR SÃO ILUDIDOS COMO PROMESSAS DO FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO,
TRATA-SE DE UM DESRESPEITO NÍTIDO QUANDO OS SINDICALISTAS LEVANTAM A BANDEIRA DO FIM DO FATOR E O GOVERNO E POLÍTICOS SE PROPÕEM A NEGOCIAR
É UM VERDADEIRO TEATRO ONDE OS QUE ESTÃO PRESTES A SE APOSENTAR SENTEM-SE COMO PALHAÇOS,AGUARDANDO DECISÕES QUE NUNCA SERÃO TOMADAS.
ACORDA BRASIL!!!, TEMOS QUE CONTINUAR A LUTA COM OU SEM SINDICALISTAS, PROTESTANDO E COBRANDO AÇÕES JUNTO AS AGENCIAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL.
ACORDA BRASIL!!!!!!

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:

Marcos Rodolfo De Jesus Oliveira em 31 de julho de 2013 às 13h29

Pois é eu também acreditei no judas ,que fazem parte desses partidos ( digo Fernando Henrique e um tal Lula e agora Dilmão) me dei mal ,quando chegou minha vez de aposentar vi o meu salario minguá entre 35% a 40% ,detalhe sem direito a recorrer nos proxímos 10 anos ,como é possivel , o povo não pode se aposentar somente a classe politica inclusive eles ,o malvado e o malvadeza e de brinde a malvina.Fica aqui o meu protesto e indignação com esses vampiros que suga tudo que o brasileiro fazem .destruidores de sonhos . PT .PSDB ,PMDB E partidos aliados da base nunca mais ,Renan e sua turma ,Sarney e seus comandados .Lula e os seus carrascos dos aposentados , tem que ser banidos do poder.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:



Jorge M. em 26 de julho de 2013 às 14h15

O Fim do Fator Previdenciário constitui-se em uma das principais reivindicações dos trabalhadores brasileiros.

Conheça as razões:
O Fator Previdenciário apresenta enorme complexidade.
O Fator Previdenciário faz com que os trabalhadores mais humildes, que iniciam cedo no mercado de trabalho, tenham que contribuir por mais tempo.
O Fator Previdenciário leva em conta a expectativa de vida das mulheres ao calcular a aposentadoria dos homens.
O Fator Previdenciário não estimula as pessoas a se aposentarem com idade adequada.
O Fator Previdenciário induz as pessoas a se aposentarem enquanto trabalham.
O Fator Previdenciário penaliza os que mais contribuem.
O Fator Previdenciário diminui muito o valor das aposentadorias.
O Fator Previdenciário causa desilusão pós-aposentadoria.

Alternativas ao Fator Previdenciário.
O ideal seria conceder aumento real aos aposentados, substituir o Fator Previdenciário pelo Fator Incentivo* e elevar o tempo mínimo de contribuição para os novos segurados.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.
Alternativa B)
Substituir o Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição:
80 mulher/90 homem = redução de 10% no valor da aposentadoria.
85 mulher/95 homem = valor normal da aposentadoria.
90 mulher/100 homem = acréscimo de 10% no valor da aposentadoria.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


aldo agostinho em 25 de julho de 2013 às 09h24

O fator previdenciário é ruim para os mais velhos que adiam sua aposentadoria e péssimo para os mais jovens que estão começando agora e não encontram vaga nos campos de trabalho ocupado pelos mais velhos que são obrigados a adiarem sua aposentadoria , criando um grande problema social .

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


joeci Hercilio em 19 de julho de 2013 às 23h36

O Presidente Collor assaltou as poupanças, o PT "Lula" Dilma" e a sua turma,não derrubaram o fator previdenciário,mas, tiram de quem já contribui de maneira honesta através do TRABALHO ha tanto tempo e fazem com esse dinheiro um mar de bolsas da miséria social, de quem muitas vezes não tem dinheiro para comprar seus remédios. 2014, adeus PT. Ainda bém, que posso apagar o meu arrepedimento de ter votado no PT, chega 2014...

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


SONIA AMBROSIO DOS ANJOS em 18 de julho de 2013 às 20h22

chega de esperar, vamos precionar para derrubar esse maldito fator, pois é a vergonha nacional , é a miseria na vida dos aposentados, pois o governo oq quer mesmo é que todo mundo passe a ganhar o SALARIO MINIMO, ESSE SALARIO MISERIA QUE ELE PAGA, TIRANDO DOS POBRES PARA DAR PARA CUPULA DA ALTA.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


cauby em 12 de julho de 2013 às 11h13

SE OS APOSENTADOS PARAREM DE COMPRAR BENS DA LINHA BRANCA E CARROS ZERO POR ALGUNS MESES DEPOSITANDO OS VALORES EM CADERNETA DE POUPANÇA E USAREM ESTA ATITUDE COMO MOEDA DE TROCA PARA APROVAÇÃO DO FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO, LOGO O GOVERNO VOLTA ATRÁS.
APOSENTADOS O VOLUME DE DINHEIRO DE VOCÊS MOVIMENTA A ECONOMIA TAMBÉM, PROVE ISTO AO GOVERNO !

CAUBY

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Fernando Rodrigues Valentim em 11 de julho de 2013 às 22h16

E isso ai todos nos Brasileiros precisamos se unir ,sair as ruas divulgar por todos os canais de comunicaçoes , principalmente as centrais sindicais , Deputados , Senadores, pedindo o fin desse terrivel fator previdenciario que assola dodos nos trabalhadores; isso e um absurdo, um abuso espero que os politicos tenham dignidade na votaçao dessa pauta,(FORA FATOR PREVIDENCIARIO JA).

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


iran do nascimento maynhone em 11 de julho de 2013 às 21h34

Se acabar o Fator Previdenciário. Quem já estiver aposentado terá direito a adequar sua aposentadoria?

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


sebastião ferreira de barros em 11 de julho de 2013 às 20h39

eu sebastião: sou aposentado desde o mes de julho de 2008, fui vitima desta robalheira por parte da previdencia social,estou envergonhado porque aposentei como torneiro mecanico, e amargo o salario minimo E muito revoltante contribui por 33anos e 07 meses para passar por este abuso da currupção. sou um cidadão correto por isso pesso ajuda de pessoas serias e que possa corrigir este abuso

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


maricajordão em 10 de julho de 2013 às 16h16

FATOR PREVIDENCIARIO!Que vergonha para os politicos que se dizem lutar pela iguldade e dignidade do povo brasileiro,não virão que está mais que na hora de acabar com isso e valorizar quem trabalhou uma vida toda merecendo uma aposentadoria que lhe garanta um pouco de dignidade.Estamos agurdando que quem se elegeu com os votos do povo faça alguma coisa pelo povo.Chega de conversa!FIM DO FATOR PREVIDENCIARIO,APOSENTADORIA DIGNA É UM DIREITO NOSSO!PAREM DE PENSAR EM FAZER ECONOMIA COM O SUOR DE QUE TRABALHOU E MERECE FICAR BEM!

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Carlos Henrique em 08 de julho de 2013 às 17h55

Só gostaria de saber se dessa vez o fator não vais ser vetado como foi antes. É fácil criticar os outros, mas pior é quando se tem a chance de corrigir um erro, se erra ainda mais, como foi o caso do veto do LULA.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


ALTAMIRO ROMAO DE MELO em 04 de julho de 2013 às 13h35

Fiz um comentario e ele não foi aceito porque, não tinha nada de grave

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Naide Ottarâo em 03 de julho de 2013 às 20h32

Tenho tempo de serviço mas me falta idade estou esperando o fim do fator previdenciario para pedir aposentadoria ,pq nâo é justo agente trabalhar tanto e perder na aposentadoria por causa dos governantes que não pensam nos trabalhadores só querem voto na eleição . POR FAVOR FIM a esse fator que nos prejudica

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


ALTAMIRO ROMAO DE MELO em 03 de julho de 2013 às 16h31

Esse fator providenciario foi criado no governo do fernando henrique, na eleição passada PSDB E DEM politicando tentou derrubar este fator mais o lula que dizia ser povão vetou.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Jorge M. em 29 de junho de 2013 às 19h41

Alternativa C)

Soma da Idade com o Tempo de Contribuição:

80 mulher/90 homem = redução de 10% no valor da aposentadoria.
85 mulher/95 homem = valor normal da aposentadoria.
90 mulher/100 homem = acréscimo de 10% no valor da aposentadoria.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Jorge M. em 29 de junho de 2013 às 12h34

O ideal seria conceder aumento real aos aposentados, substituir o Fator Previdenciário pelo *Fator Incentivo e elevar o tempo mínimo de contribuição para os novos segurados.
*facultativo aos que completam o tempo de contribuição e desejarem postergar a aposentadoria, recebendo por isto um bônus para cada ano a mais de contribuição.

Alternativa B)
Substituir o Fator Previdenciário pela Soma da Idade com o Tempo de Contribuição:
80 mulher/85 homem = redução de 10% no valor da aposentadoria.
85 mulher/90 homem = valor normal da aposentadoria.
90 mulher/95 homem = acréscimo de 10% no valor da aposentadoria.

Alternativa B)

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


MARIA APARECIDA BRESCIANI em 28 de junho de 2013 às 18h14

gostaria de saber vai ficar a situação dos aposentados que que hoje são prejudicados com essa lei absurda que fizeram.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


jose leite em 27 de junho de 2013 às 11h30

Sou aposentado recebendo merreca, mas continuo trabalhando e contribuindo para o inss pelo teto (42 anos de contribuição) Fico feliz em saber queminha contribuição ajuda a aposentadoria dos funcionarios publicos que aposentam com salario integral. Mas devo esclarecer que meu tempo de escravo para essa gente está acabando devido já estar cansado demais para contribuir para os deputados, militares, senadores , juizes etc. O Brasil desde a epoca colonial foi assim e nunca mudará. Desculpe Os Lalaus, Jorginas, Jose Dirceu, Lula (Esse recebe do inss sem pagar né )Dilma, Jesuino,não poderei mais pagar o inss , pois sou escravo velho demais para trabalhar. Obrigado !!!!

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


anselmo dos santos em 26 de junho de 2013 às 19h07

voces ficam criticando os politicos e depois votan neles denovo seus burros

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


jesus ripardo em 26 de junho de 2013 às 14h24

essas centrais sidicais sao todas do lado do governo, o LULA engavetou até o ultimo minutos deu 2% de aumento para os aposentados e VETOU O FATOR e as centrais sindicais estao batendo palma até agora.chega! avez é essa temos de ir pra rua reivendicar nossos direitos. QUEREMOS JÁ:FORA O FATOR DA PREVIDENCIA E A RETIRADA DO IMPOSTO DE RENDA DOS TRABALHADORES DE CARTEIRA ASSINADAS.SE TUDO QUE COMPRAMOS PAGAMOS IMPOSTOS, PORQUE TEMOS DE PAGAR NA FONTE DO QUE GANHAMOS??

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


ANTONIO GARCIA LEAL em 25 de junho de 2013 às 19h22

Esse "Fator Previdenciário" é sem sombra de dúvidas um dos principais motivos para o Governo Federal, e seus aliados e mantenedores, continuar violando o bolso e a dignidade dos trabalhadores brasileiros....esses mesmos cidadãos que os elegem....; Chega!!!!

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Wiliam Leite em 25 de junho de 2013 às 10h39

Chega de decisões unilaterais do governo, o fator previdenciário é um afronto aos aposentados, o que o governo tem que ver onde está vazando nosso dinheiro que eles administram.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Maria Aparecida em 25 de junho de 2013 às 10h00

É isto mesmo, tem que pressionar esta votação pelo fim do fator previdenciário. Sem essa de empurrar para agosto, tem que ser agora em julho, viu? Fiquem atentos sindicalistas.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


José Carlos Clérici em 25 de junho de 2013 às 09h10

o fator previdenciario é o maior estelionato que já se viu na historia desse país,criado pelo FERNANDO HENRIQUE CARDOSO,e mantido pelos traidores dos trabalhadores LULA e DILMA,Preciso falar mais alguma coisa.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Lucia Regina em 24 de junho de 2013 às 00h38

Engraçado este governo, sabemos de tantos gastos enormes com supérfluos, pagamentos de altas aposentadorias parlamanetar, gastos exorbitantes com cartões corporativistas, muitas mordomias de políticos, sessões do Senado vazias, bolsa copa, etc e, na hora de pagar aposentadoria para quem suou 30/35 anos e, contribuiu ao INSS, é uma tremenda merreca.E, ainda querem aplicar o maldito fator previdenciário que diminui ainda mais.É uma vergonha.Fernando Henrique fez a M e o sr.Lula aceitou .Veio a Dilma e nada resolve.Por isto que o povo está indo gritar sua insatisfação.Acho que deveríamos sair deste mundo virtual e começar a mostrar ao mundo nossa revolta também.Abs

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Elmir Soares em 13 de junho de 2013 às 18h38

Esses políticos, sindicalistas, presidentes de Federações, pensam que os trabalhadores brasileiros são idiotas, mais uma vez o governo empurra o fim do fator pra depois, e ainda marca data, ainda mais, pra agosto, e todos acreditaram.
O fim do fator, já foi marcado para todos os meses do ano, nada aconteceu, só na gestão do Marcos Maio, foram 06 vezes.
Precisamos de homens sérios nesse país, tipo os empresarios sérios

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Jade valent em 13 de junho de 2013 às 15h31

Chega de blá blá blá , se a presidente Dilma não acabar com o fator urgentemente ,não conseguirá se reeleger nem no segundo turno.
Não adianta deixar para o ano que vem ,tem que ser já,pois o povo está ficando entediado com essa situaçào.

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:


Francisco de Sales de Sousa Zednik em 13 de junho de 2013 às 11h42

Antes tarde do que NUNCA. Porém, esta decisão sobre o fim do fator previdenciário, por ser um ato injusto, unilateral, ilegal(quebra de contrato), diabólico, contra os trabalhadores mais humildes, especialmente, contra os aposetados indefesos do INSS, que já deram sua contribuição inexorável para o progresso do país, já está mais do que na hora de ser aprovado pelo CN e sancionado por este governo e implementado urgentemente por este desgoverno do PT, inimigo dos aposentados e pensionistas do INSS, bem como ilusionista e mentiroso, que já não conta com meu voto e de minha família. Há mais de uma década(quase duas) que este redutor de proventos dos trabalhadores mais humildes está vigindo em nosso país, transferindo renda dos pobres para os mais ricos e asseclas deste desgoverno do PT, aumentando sistematicamente a desigualdade no Brasil, além de ser injusto e draconiano(maquiavélico). Grato pela sua atenção e abs...

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:

anselmo dos santos em 26 de junho de 2013 às 19h08

seus troxas

A responsabilidade desse comentário é do autor e não representa a opinião do Diário do Litoral.

COMPARTILHAR:



Ver todos os comentários e respostas



Pancadas de chuva a tarde

21
27
Mínima
Máxima
Assinatura DL - Cortesia