Banner Sabesp

Star Wars: Os Últimos Jedi é surpreendente

A pré-estreia do Episódio 8 ocorreu na madrugada de quinta-feira (14); o filme já está em cartaz nos cinemas do país

Comentar
Compartilhar
16 DEZ 2017Por Bárbara Farias12h02
O Episódio 8 nos leva por uma viagem tão fascinante quanto a saga pode ser, nos revelando mais mistérios envolvendo a família Skywalker, a Força e o seu lado sombrioFoto: Divulgação

A Walt Disney Pictures e a Lucasfilm Ltd. nos presenteiam com uma aventura épica surpreendente em “Star Wars: Os Últimos Jedi” (“Star Wars: The Last Jedi”). Dirigido por Rian Johnson, o Episódio 8 nos leva por uma viagem tão fascinante quanto a saga pode ser, nos revelando mais mistérios envolvendo a família Skywalker, a Força e o seu lado sombrio.

O Cinema DL foi conferir a pré-estreia do longa-metragem mais esperado do ano, no Cine Roxy 5, na madrugada de quinta-feira (14). O cinema, num evento que já é tradicional, organizado pelo jornalista André Azenha, abriu quatro salas para receber o público. E, por mais um ano seguido, os fãs lotaram as salas fazendo do evento um sucesso, em Santos. Antes da sessão, no início da noite, o público presente pôde apreciar a apresentação da Banda Marcial de Cubatão, que tocou as canções da trilha sonora de Star Wars, compostas por John Williams, e cosplayers trajados como os lendários e os novos personagens da saga para a alegria de crianças e adultos.

Voltando ao assunto principal desta matéria, em “Star Wars: Os Últimos Jedi” o que está em jogo é a continuidade dos Jedi e sua missão junto à Resistência contra a opressora Primeira Ordem, que quer, a qualquer custo, eliminá-los. Mas, o poder da Força dentro de cada um deles revelará que os Jedi devem lutar contra o jugo do supremo líder Snoke (Andy Serkis), que tem como principal aliado Kylo Ren (Adam Driver), um ex-aspirante a Jedi que, assim como Darth Vader, deixou-se seduzir pelo lado sombrio da Força.  E, nesta nova batalha travada com a Primeira Ordem, fazem frente a general Leia Organa (Carrie Fisher) e Luke Skywalker (Mark Hamill), que se unem a Rey (Daisy Ridley), Poe Dameron (Oscar Isaac), Finn (John Boyega) e Rose (Kelly Marie Tran).

Carrie Fisher e Mark Hamill fazem participações generosas na trama e são o ponto-chave da continuidade dos Jedi, além de protagonizarem as cenas mais emocionantes do filme. Como não poderia deixar de ser, a dupla mexe com os corações dos nostálgicos que cresceram com Star Wars, como eu.

Lembrando que a aparição de Carrie é ainda mais comovente, pois é o último trabalho da atriz na franquia, interpretando a personagem que a tornou um mito. Ela morreu no dia 27 de dezembro de 2016. Ao término do filme, os fãs podem conferir uma singela homenagem para Carrie. 

As surpresas, criaturinhas fofas, o texto repleto de humor e as batalhas travadas nas estrelas fazem de “Star Wars: Os Últimos Jedi” um filme dinâmico, atrativo e empolgante. É o filme mais longo da franquia, com 152 minutos, e está sendo lançado 40 anos depois do primeiro, “Star Wars: Uma Nova Esperança – Episódio 4”.

Vá ao cinema! Que a Força também esteja com você!

Colunas

Contraponto