Santos Vacinação 2

Retrospectiva 2017: Gafe no Oscar e escândalos marcam o ano

Moonlight é o melhor filme do ano. Weinstein, Spacey e Hoffman são denunciados por assédio sexual e Star Wars 8 leva multidões ao cinema

Comentar
Compartilhar
31 DEZ 2017Por Bárbara Farias13h00
Star Wars: Os Últimos JediFoto: Divulgação

Gafe no Oscar: ‘La La Land’... não, ‘Moonlight’ é o filme do ano

Em fevereiro, uma troca de envelopes causou uma gafe histórica na entrega do Oscar. “La La Land: Cantando Estações” foi anunciado como melhor filme, mas o vencedor era “Moonlight: Sob a Luz do Luar”. A confusão ocorreu porque o ator Warren Beatty tinha em mãos o envelope da vencedora do prêmio de melhor atriz, Emma Stone, e o entregou para a atriz Faye Dunaway, que anunciou “La La Land”. Porém, quando a equipe de “La La Land” já estava no palco comemorando, um dos produtores percebeu o engano, interrompeu a fala e disse: “Na verdade, nós perdemos”. Outro produtor arrancou o envelope das mãos de Beatty e confirmou: “Houve um erro. ‘Moonlight’, vocês ganharam Melhor Filme. Isso não é uma piada”.

“Moonlight’ ganhou ainda mais dois prêmios, o de Melhor Ator Coadjuvante para Mahershala Ali e o de Roteiro Adaptado.

Moonlight: Sob a Luz do Luar (Divulgação)

Weinstein, Spacey e Hoffman são denunciados por assédio sexual

Em outubro, Harvey Weinstein, um dos produtores mais poderosos da indústria do cinema, é o protagonista de uma história repugnante que se arrasta há décadas. Mais de 30 anos de abusos, assédio sexual e estupros cometidos pelo magnata de Hollywood contra mais de 30 mulheres finalmente veio à tona. Os relatos, em sua maioria, são de atrizes consagradas.

Harvey Weinstein valeu-se de sua posição de poder à frente da Miramax e da The Weinstein Company, e da certeza da impunidade, para cometer tantos abusos.

A comunidade do cinema ainda tentava digerir as denúncias contra Weinstein, quando os atores Anthony Rapp e Roberto Cavazos denunciaram Kevin Spacey, de 58 anos, por assédio sexual, também em outubro.

Em 1º de novembro, outro astro consagrado foi denunciado: Dustin Hoffman, de 80 anos. Contra ele pesou a acusação da escritora Anna Graham Huntes. Ela afirmou que o ator a apalpou e a assediou moralmente durante a filmagem do longa “A Morte de um Caixeiro Viajante”, em 1985.


Os atores Anthony Rapp e Roberto Cavazos denunciaram Kevin Spacey, de 58 anos, por assédio sexual (Divulgação)

‘Mulher-Maravilha’: bilheteria recorde e papel social

“Mulher-Maravilha” estreou nas telonas no dia 1º de junho e resgatou a DC Comics. Tendo a bela israelense Gal Gadot como protagonista e a Primeira Guerra Mundial como pano de fundo, o filme bateu recorde de bilheteria.   

Dirigido pela norte-americana Patty Jenkins, e numa época quando o protagonismo da mulher em frentes diversas pauta discussões mundo afora, “Mulher-Maravilha”, o filme, foi oportuno ao oferecer, pelo entretenimento, a maior alegoria do empoderamento feminino. Mulher-Maravilha é a mais popular das heroínas dos quadrinhos da DC Comics.

Mulher-Maravilha (Divulgação)

Annabelle vira atração turística na Baixada

Em agosto, Annabelle, a boneca original da franquia de terror “Invocação do Mal”, ficou em exposição em cinemas da franquia Roxy, em Santos e São Vicente. Assim como nos filmes, ela atraía na mesma medida em que assustava quem se aproximasse para vê-la e fazer selfies. A boneca foi trazida à região numa parceria do Roxy com a Warner Bros. Pictures, para promover o filme “Annabelle 2: A Criação do Mal”, que estreou em 17 de agosto. A boneca percorreu os pontos turísticos de Santos.

Boneca Annabelle em exposição no Roxy 5, em agosto (Foto: Bárbara Farias)

‘Annabelle 2’, do suspense ao terror clássico, um thriller de arrepiar

Dirigido por David F. Sandberg, filme atingiu o objetivo de pregar sustos nos espectadores com  poucos efeitos especiais e arrecadou bilheteria recorde.

Annabelle 2: A Criação do Mal (Divulgação)

‘Blade Runner 2049’, ame-o ou deixe-o

“Blade Runner 2049” estreou nos cinemas no dia 5 de outubro, 35 anos após o lançamento de “Blade Runner: O Caçador de Andróides”, que entrou para a lista dos filmes cults da década de 1980.  

O longa dirigido pelo canadense Denis Villeneuve, do aclamado “A Chegada” (2016), agradou aos nostálgicos fãs da franquia tanto quanto desagradou espectadores que acharam o filme lento e longo. Mas, é Blade Runner, é um filme “noir” sobre busca pela origem, amor e esperança num futuro caótico.

Estrelado por Harrison Ford e Ryan Gosling, um dos momentos marcantes do filme é a aparição de Sean Young (Rachael).

Blade Runner 2049 (Divulgação)

Star Wars: The Last Jedi, a estreia do ano

A Walt Disney Pictures e a Lucasfilm Ltd. nos presentearam com uma aventura épica surpreendente em “Star Wars: Os Últimos Jedi” (“Star Wars: The Last Jedi”). Dirigido por Rian Johnson, o Episódio 8, que estreou no dia 14 de dezembro, nos leva por uma viagem tão fascinante quanto a saga pode ser, nos revelando mais mistérios envolvendo a família Skywalker, a Força e o seu lado sombrio.

Carrie Fisher e Mark Hamill fazem participações generosas na trama e protagonizam as cenas mais emocionantes do filme. Além de ser um dos melhores filmes da franquia, Star Wars 8 entra para a história do cinema como o último filme da atriz Carrie Fisher, que morreu em 27 de dezembro de 2016.

No elenco, Daisy Ridley (Rey), Oscar Isaac (Poe), John Boyega (Finn), Kelly Marie Tran (Rose), Adam Driver (Kylo Ren) e Andy Serkis (Snoke).

Star Wars: Os Últimos Jedi (Divulgação)

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto