Prefeitura Santos febre amarela

Cate Blanchett será a 12ª mulher a presidir o júri do Festival de Cannes

Anúncio foi feito por organizadores. Atriz acaba de criar uma fundação, a Time's Up, ao lado de outras estrelas como Natalie Portman e Meryl Streep, para ajudar vítimas do assédio sexual

Comentar
Compartilhar
04 JAN 2018Por Folhapress13h25
A atriz australiana, Cate Blanchett é uma das estrelas de Hollywood que mais se empenha na luta contra o assédio sexualFoto: Divulgação

A atriz australiana Cate Blanchett, uma das estrelas de Hollywood que mais se empenha na luta contra o assédio sexual, presidirá o júri do 71º Festival de Cannes (8 a 19 de maio), anunciaram os organizadores.

Blanchett acaba de criar uma fundação, a Time's Up, ao lado de outras estrelas como Natalie Portman e Meryl Streep, para ajudar as vítimas do assédio sexual.

A atriz de 48 anos será a 12ª mulher a presidir o júri de Cannes, quatro anos depois da diretora neozelandesa Jane Campion. Ano passado a honraria coube ao cineasta espanhol Pedro Almodóvar. O ganhador da Palma de Ouro foi "The Square", filme que pode levar neste fim de semana o Globo de Ouro.

Vencedora do Oscar por "O Aviador" (2004), de coadjuvante, e "Blue Jasmine" (2013), de atriz principal, Blanchett nunca foi premiada no festival francês.

"Vou a Cannes há anos como atriz, produtora e para as festas de gala e sessões de competição, inclusive pelo mercado. Mas ainda não fui pelo mero prazer de aproveitar a abundância de filmes deste grande festival", afirmou a atriz em um comunicado.

"Estamos muito felizes de acolher uma artista rara e singular, cujo talento e convicções preenchem as telas de cinema e os palcos de teatro. Nossas conversas com ela nos prometem que será uma presidente comprometida, uma mulher apaixonada e uma espectadora generosa", afirmaram, por sua parte, Pierre Lescure, presidente do Festival de Cannes, e Thierry Frémaux, delegado-geral.

Colunas

Contraponto