14h : 29min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Terminais rodoviários de São Paulo devem receber 587 mil passageiros no feriado

Os locais mais procuradas são Belo Horizonte, cidades do Sul de Minas, Angra dos Reis, Rio de Janeiro e o interior de São Paulo

Comentar
Compartilhar
14 JUN 2017Por Agência Brasil17h30

Os terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara na capital paulista devem receber 587 mil passageiros, dos dias 14 (quarta-feira) a 19 (segunda-feira), devido ao feriado de Corpus Christi. A previsão indica 134 mil pessoas deixando São Paulo de ônibus entre os dias 14 e 15 de junho.

Os locais mais procuradas são Belo Horizonte, cidades do Sul de Minas, Angra dos Reis, Rio de Janeiro e o interior de São Paulo. Os horários mais movimentados são na quarta-feira (14), entre 20 e 23 horas e na quinta-feira (15), entre 8 e 12 horas. Nesse período serão disponibilizados 844 carros extras. Caso haja necessidade, mais ônibus serão escalados.

Nos terminais o quadro de funcionários nas áreas de operação, limpeza, segurança e manutenção recebe um reforço de acordo com a demanda. A operação especial também é estendida aos parceiros que atuam dentro dos terminais: empresas de ônibus, pontos de alimentação, lojistas e outros serviços.

Segundo a Socicam, empresa que administra os terminais rodoviários, o ideal é comprar as passagens de ida e volta com antecedência. Ao embarcar é preciso que todos os passageiros apresentem documento de identificação original com foto. Adolescentes a partir de 12 anos podem viajar sozinhos. Crianças com menos 12 anos precisam de autorização para a viagem.

De acordo com a Socicam, são permitidos até 30kg de bagagem no bagageiro e 5kg de bagagem de mão, desde que não atrapalhe dentro do ônibus. As malas devem ser identificadas com etiquetas contendo nome completo e telefone do passageiro. É importante que o passageiro chegue ao terminal, pelo menos, uma hora antes do horário marcado na passagem.

A remarcação de passagens em casos de desistência ou impossibilidade de viajar pode ser feita com até três horas de antecedência, diretamente no guichê da empresa de ônibus.

Colunas

Contraponto