Entrada da Cidade

Nerds carnavalescos aproveitam o 'lado negro' da folia em SP e no Rio

Em São Paulo, o bloco Sigam-me os Bons invade as ruas do Tatuapé, na zona leste, na segunda-feira (12)

Comentar
Compartilhar
08 FEV 2018Por Folhapress20h50
Bloco em homenagem ao personagem Chapolim Colorado anima o Carnaval de SP

O que geeks fazem no feriado de Carnaval? Jogam, assistem Netflix e leem mangás? Talvez. Mas nem todos preferem o conforto de casa. Nos últimos anos, os geeks estão mostrando que também sabem aproveitar a festança.

Nina Morena Domingues, 33, é cosplay há 20 anos -mas pula Carnaval desde criança com a família. "Um dos motivos de ser cosplay é a possibilidade de usar fantasia o ano inteiro."

A carioca adora a folia e sempre dá um jeito de curtir os bloquinhos sem perder a essência nerd. Ela explica que, mesmo quando precisa usar um abadá, investe em um assessório ou uma peruca que a caracterizem como uma personagem.

Domingues já se fantasiou profissionalmente de mais de 50 personagens. Ela ainda guarda a fantasia de 43 deles. "Normalmente, no Carnaval, pego alguns personagens e começo a montar de acordo com os blocos, não necessariamente personagens que uso de cosplay."

Ela não é a única. Marcelo Tavares, CEO da BGS, a maior feira de games do Brasil, é tão louco por Carnaval quanto por jogos. "Desfila todos os anos em escola de samba. Este ano serão três no Rio: Acadêmicos do Sossego e Unidos do Viradouro da Série A e na Mocidade, vice-campeã do Grupo Especial."

Diferente de Domingues, Tavares não é cosplay, mas ama se fantasiar no Carnaval. Desde os 15 anos desfila em escolas de samba e diz ter visto muitas fantasias inspiradas no mundo nerd. "Um ano a Viradouro teve uma ala vestida de jogos 3D. A Unidos da Tijuca também já homenageou o Sonic, mas não desfilei nesse ano".

Para ele, a festança é um momento de descontração necessário e muito bem-vindo para estimular a imaginação. "Carnaval serve de inspiração para algumas ideias que são aplicadas na própria Brasil Game Show."

Mas, para quem só consegue virar a madrugada jogando, uma opção melhor que a avenida são os bloquinhos. Nina está organizando um grupo de amigos pelo segundo ano seguido para desfilar com cosplays mais elaborados. Eles saem no bloco Desliga da Justiça, na próxima segunda (12), no Shopping Nova América, no Rio de Janeiro.

Esse não é o único "bloco nerd" da cidade. O Super Mario Bloco sai no próximo sábado (10), de Santa Tereza. A "praça dos dubladores" (como é chamada a praça Xavier de Brito, na Tijuca) recebe a Marcha Nerd no domingo (11).

Em São Paulo, o bloco I  Have a Bad  Feeling  about This Bloco sai no próximo sábado (10), na Fradique Coutinho, na zona oeste. Na segunda (12), o Sigam-me os Bons invade as ruas do Tatuapé, na zona leste. Não tem desculpa: o que não faltam são bloquinhos geeks.

Colunas

Contraponto