21h : 09min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Médico colombiano sinaliza melhora de zagueiro Neto e jornalista

Os outros dois jogadores sobreviventes – Alan Ruschel e Jackson Follmann – seguem hospitalizados

Comentar
Compartilhar
30 NOV 2016Por Gazeta Press16h35
De acordo com o prefeito de Chapecó, o lateral esquerdo tem o estado menos crítico até agoraFoto: Divulgação

Resgatados dos escombros do avião que transportava a delegação da Chapecoense à Colômbia, o zagueiro Neto e o jornalista Rafael Henzel, de Santa Catarina, apresentaram melhora nas últimas 12 horas, segundo o médico Juan Antonio Rodríguez, que vem acompanhando os brasileiros no hospital colombiano San Juan de Dios.

“Houve tendência de recuperação importante nas últimas 12 horas. A circulação vem respondendo bem. Vamos esperar mais 48 horas para a verificar a recuperação”, disse Rodríguez à Rede Globo. Neto foi o último passageiro retirado com vida dos destroços. Apesar de permanecer entubado, o médico prevê que o zagueiro deverá passar por mais uma intervenção cirúrgica.

Os outros dois jogadores sobreviventes – Alan Ruschel e Jackson Follmann – seguem hospitalizados. De acordo com Luciano Buligon, prefeito de Chapecó que está na Colômbia, o lateral esquerdo tem o estado menos crítico até agora. “O Alan é o que está em melhores condições. Todos estão na UTI. O caso mais grave é do Follmann. O ponto alto é a equipe médica, muito dedicada, comprometida. A cada minuto aumenta a nossa esperança de que eles voltarão a ter uma vida normal. Trouxemos três médicos de Chapecó para que eles possam passar notícias em português e fazer laudos em português para que todos tenham a melhor informação do caso”, disse ao Fox Sports.

O acidente aéreo desta terça-feira, o mais trágico na história do futebol brasileiro, deixou 71 vítimas: 19 jogadores, 20 jornalistas, 17 integrantes da comissão técnica, oito dirigentes/convidados e sete tripulantes).

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar