Mais de 1.600 ônibus urbanos levarão os sambistas aos desfiles em SP

Empresas operadoras garantem o transporte dos componentes das escolas de samba para o Sambódromo e a outros locais de desfiles

Comentar
Compartilhar
09 FEV 2018Por Da Reportagem20h50
Serão mais de 1.600 ônibus para o atendimento dos sambistas nos dias 09, 10, 11, 12 e 16Foto: Agência Brasil

A exuberância das passistas, a alegria das baianas e a elegância do casal de mestre sala e porta bandeira estão garantidos na passarela do samba, neste Carnaval 2018. Os ônibus da cidade de São Paulo farão o transporte desses foliões especiais.

Mais de 3.000 pessoas, entre motoristas, fiscais e agentes de operação das empresas Sambaíba, Santa Brígida, Cidade Dutra, Tupi, Nortebuss e Transwolff estarão envolvidas na organização do transporte dos componentes das escolas de samba paulistanas, para o Sambódromo e outros pontos de desfile, nos dias de Carnaval.

Serão mais de 1.600 ônibus para o atendimento dos sambistas nos dias 09, 10, 11, 12 e 16 de fevereiro (desfile das Campeãs), em operações de transporte que começam no meio da tarde, às 14 horas, e se estendem até às 03 horas da manhã. As partidas dos ônibus são minuciosamente controladas, para não ocorrer atrasos no início dos desfiles.

Os ônibus ficam à disposição das agremiações do samba e, nos horários de partida para os desfiles, acabam sendo destinados para as diferentes alas das escolas de samba: há ônibus exclusivos para as baianas, outros para a bateria, mais uns para a comissão de frente.

Os ônibus usados nessa operação especial não interferem no atendimento dos passageiros, durante a operação normal do transporte coletivo.

Colunas

Contraponto