13h : 51min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Chuvas em SP já superam média histórica do mês de maio

Já na semana que vem, o tempo seco deve voltar, fazendo com que temperaturas mais altas sejam notadas no período das tardes -as manhãs devem ser mais frias

Comentar
Compartilhar
19 MAI 2017Por Folhapress23h30
As chuvas de maio já superaram a média histórica em São PauloFoto: EBC

As chuvas de maio já superaram a média histórica em São Paulo. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) a capital registrou 96,8 mm de chuva no Mirante de Santana (zona norte da capital) até esta sexta-feira (19) -a média histórica é de 66,8 mm.

Em algumas regiões de São Paulo, a quantidade de chuva é ainda maior do que a média da cidade. No bairro do Jaguaré, na zona oeste, o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais) registrou 70 mm entre ontem e hoje. O acumulado do mês na região é de 108 mm.

No ano passado, a média acumulada no mês foi de 105, 7 mm. Esse número deve ser ultrapassado com facilidade considerando que a chuva desta sexta foi responsável por praticamente um terço média atual e a previsão é de mais chuva forte pela frente.

Segundo o meteorologista da Somar Meteorologia Celso de Oliveira, a previsão é de que, embora a chuva seja mais amena no sábado, uma nova frente fria traga chuva mais intensa no domingo.

Já na semana que vem, o tempo seco deve voltar, fazendo com que temperaturas mais altas sejam notadas no período das tardes -as manhãs devem ser mais frias.

No fim do mês, segundo Oliveira, é prevista uma nova linha de chuva com características parecidas com as desta sexta.

Transtornos

A chuvarada trouxe problemas típicos de verão para o paulistano, como alagamentos, trânsito e queda de árvores.

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) colocou toda a capital em estado de atenção para alagamentos, além das marginais e do centro, até as 13h43.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou na manhã desta sexta 33 acidentes e 118 semáforos com problemas distintos, sendo 11 por falta de energia.

O Corpo de Bombeiros foi acionado em cinco ocorrências de queda de árvores na capital. Na região metropolitana, outras quatro quedas foram registradas. Não houve feridos, segundo a corporação.

Colunas

Contraponto