Nace oferece serviços de hidroterapia e Sala Sensório-Motora

Equipamentos foram inaugurados na manhã desta quarta-feira (28)

Comentar
Compartilhar
01 MAR 2018Por Da Reportagem10h47
A Sala Sensório-Motora será utilizada por todos os cerca de 200 atendidos pelo NaceFoto: Diego Bachiéga/PMB

As crianças e adolescentes com deficiência atendidos pelo Núcleo de Apoio à Criança Especial (Nace), terão agora mais dois equipamentos no local para potencializar seus tratamentos: uma piscina para atividades de Hidroterapia e uma Sala Sensório-Motora.

Hidroterapia

A piscina do Nace foi construída há 12 anos, quando o local foi inaugurado. No entanto, nunca foi usada para fins terapêuticos. Agora, o equipamento recebeu reforma interna, elevador para cadeirantes, aquecedor, cadeiras de banho e barras adaptadas.

Cerca de 40 pacientes, de 0 a 18 anos, como cadeirantes e autistas, terão oportunidade de ser atendidos nas atividades da piscina.

Os exercícios são realizados na piscina aquecida (em torno de 34°C), proporcionando conforto e amplitude de movimentos. Além disso, a água suporta o peso do corpo, facilitando a atividade e fortalecendo músculos e melhorando a estabilidade física. O calor aumenta a circulação, reduzindo espasmos musculares e aliviando a dor. Os pacientes não precisam saber nadar.

Sala Sensório-Motora

Já a Sala Sensório-Motora será utilizada por todos os cerca de 200 atendidos pelo Nace. Atividades serão desenvolvidas pela equipe, que conta com profissionais como fonoaudiólogas, terapeutas ocupacionais, psicóloga e fisioterapeutas.

O local oferece todos os tipos de estímulos, com variedade. Assim, o terapeuta utiliza as escolhas que a criança faz, como indicadores dos estímulos que necessita. A partir desta busca ativa da criança, o terapeuta respeita seu desejo e necessidade e pode aprimorar a atividade, controlar alguns estímulos, graduar os desafios e promover situações de escolha, sempre visando resposta adaptativa ao ambiente. Com a integração sensorial, o cérebro organiza as informações, de modo a dar uma resposta adaptativa adequada, organizando assim, as sensações do próprio corpo e ambiente, de forma a tornar possível o uso eficiente do ambiente.

Tanto a reforma da piscina quanto a sala sensório-motora são uma parceria da Prefeitura com o Lions Club de Bertioga. Para Adriana Guida Bittencourt, presidente do Lions Clube Bertioga, a conquista é um legado para a instituição.

"Foi muito gratificante fazer esses serviços funcionarem, porque há anos os pais lutam pela Hidroterapia e a Sala Sensório-Motora. Deu certo fazer esse ano, estamos todos felizes".

O prefeito do Município, Caio Matheus, que descerrou a faixa dos equipamentos, destacou que a inauguração é a colheita e resultado de uma importante parceria. "Esta inauguração é graças a somatória de esforços da Prefeitura com os leões e leoas do Lions. O antes e depois do Nace é extremamente visível".

Maria Rosangela, mãe do pequeno João Miguel, de 1 ano, portador da Síndrome de Down aprovou as novidades no Nace. "Ele é atendido desde os 2 meses. É muito importante, para melhorar o desenvolvimento. O serviço aqui é maravilhoso, nota 1000. Ele vai fazer hidro, que vai ser bom para a coordenação motora", finaliza.

Colunas

Contraponto