Equipes de Bertioga participam da 15ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoas Havaianas

Os grupos têm se preparado com dedicação para atingir boas colocações na disputa

Comentar
Compartilhar
01 MAR 2018Por Da Reportagem10h34
Duas equipes de canoa havaiana vão representar Bertioga na 15ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoas HavaianasFoto: Divulgação

Duas equipes de canoa havaiana vão representar Bertioga na 15ª Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoas Havaianas, que acontecerá no próximo dia 10 de março: a Brucutu e a Buriquioca VA'A. Os grupos têm se preparado com dedicação para atingir boas colocações na disputa.

Serão 33 equipes, três a mais que em 2017, reunindo 297 atletas, recorde de inscrições, que remarão 75 quilômetros ininterruptamente, em trechos de mar e rio. Cada time é formado por nove remadores, seis na canoa e três no revezamento, fazendo substituições conforme a estratégia formulada.

Brucutu

A Brucutu, equipe mais antiga do Brasil em atuação, tem se preparado para obter bom desempenho na competição, dedicando-se a intensos treinos diariamente, entre os rios Jaguareguava, Itapanhaú e no mar, na Praia da Enseada. Liderada pelo capitão Everdan Riesco, a Brucutu é a única que participou de todas as edições do evento. Completam o time Antonio Carlos Barbosa, Antonio Sérgio Alves Coelho, Diego Santos, Douglas Dias, Ícaro Bispo dos Santos, Jorge Natalício, Matheus Fonseca e Renato Bigorna.

Buriquioca VA'A

A Buriquioca VA'A é outra equipe de destaque na Cidade. Em novembro do ano passado, seus integrantes representaram o país no campeonato Sul-Americano de Va'a, em Lima, no Peru, conquistando o quarto lugar com a equipe mista.

A equipe, formada por Ricardo R6, Wesley, Cristiano, Guilherme, Rogério, Glauco, Ismael, Gabriel e Eduardo, é regida pelo famoso China. Segundo ele, os atletas estão bem condicionados fisicamente e treinando para alcançar bom resultado. Os treinos acontecem diariamente, às 6 horas, no Canal de Bertioga, ao lado do Forte São João.

A prova

A canoa havaiana ou canoa polinésia são nomes para o esporte que surgiu na região do triângulo polinésio e originalmente é conhecido como Va'a, Wa'a ou Waka.

A prova tem percurso total de 75 km, passando por toda a costa da Ilha de Santo Amaro, onde está Guarujá. A largada e chegada são realizadas na Praia da Aparecida, em Santos, e os atletas remam no mar, com chances de ondulações, depois no rio, Canal de Bertioga, e Porto de Santos. A prova conta com mais 300 pessoas participando diretamente, entre staff, apoio, barcos de retaguarda.

Colunas

Contraponto